Tendências para espaços de eventos em hotéis

A PCMA (organização de profissionais de eventos e afins com mais de sete mil membros em 37 países) e a rede Marriott Internacional apresentaram no início deste ano uma pesquisa que destaca tendências que devem impactar de maneira significativa o setor de eventos do segmento de hospitalidade, nos próximos cinco anos. Nessa pesquisa, a Marriott International e a PCMA trabalharam com especialistas em inovação das agências Fahrenheit 212 e Fruition, de Nova Iorque.

Coleta de dados com inteligência

Análise dessa pesquisa revela que grande parte da gestão de espaços de hotéis precisa passar por ajustes reativos e adotar uma abordagem proativa para atender as novas necessidades dos organizadores de eventos. Aponta que se tornou fundamental a esse segmento adotar, por exemplo, inovações de Inteligência Artificial na coleta de dados de clientes que buscam espaços  para produzir eventos. Além de dados básicos dos gestores desse mercado, é preciso coletar os emocionais para se conhecer e analisar quem eles são em um nível muito mais profundo, transcendendo, assim, a simples demografia ou persona.

Serendipidade orquestrada

Os especialistas afirmam também que o setor de hospitalidade deve oferecer soluções inovadoras para que os organizadores de eventos, por sua vez, ofereçam experiências duradoras para os participantes de seus eventos. Sugerem, por exemplo, flexibilidade espacial e de agenda que permitam a eles planejar o inesperado. Isso porque cada vez mais os eventos devem investir em dinâmicas que provoquem “colisões casuais” para ampliar a integração e o trabalho colaborativo. Para isso, torna-se essencial a oferta de ambientes que possibilitem o desenvolvimento do potencial criativo e de inovação dos participantes em qualquer tipo de evento.

Design multimodal

No geral, todo evento tem objetivo e público únicos, e um espaço deve refletir a personalidade e as necessidades específicas de determinado evento. Nessa pesquisa, os especialistas sinalizam que a questão de espaço é crítico para qualquer evento. A tendência é que cada um deve ser projetado para se adaptar às formas de envolvimento dos participantes. Segundo eles, existem diferentes inovações tecnológicas que podem ser agregadas para ampliar as múltiplas possibilidades de espaços, de maneira a acomodar caminhos paralelos e diferentes estados de necessidades. A tecnologia imersiva, como o mapeamento de projeção em 3D, por exemplo, pode ser uma inovação a ser adotada para se criar ambientes criativos de última geração em espaço físico limitado.

Flexibilidade de espaços

Segundo os especialistas, cada vez mais os eventos demandam locais únicos para proporcionar engajamento mais profundo para seus participantes, a partir de experiências autênticas e inesquecíveis. Para eles, espaços estéreis ou locais genéricos não atraem mais os organizadores. Eles argumentam que eventos memoráveis ​​podem celebrar diferenciais emergentes. Diante dessa tendência, sugerem que os hotéis invistam em novas “geografias” que possibilitem um enriquecimento mais profundo às propostas de cada evento. Por exemplo, agregar ambientes emergentes internos ou externos de laser e cultura do entorno do hotel para que os organizadores os conectem aos seus eventos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s