Transmissão de eventos: prós e contras de seis plataformas livestream

Além de prós e contras das plataformas mais usadas na transmissão ao vivo – Facebook Live, You Tube Live, Skype, Periscope, UStream e FaceTime -, veja também o que transmitir, como interagir e garantir qualidade técnica dos vídeos de eventos

Considerando que a abrangência da transmissão ao vivo pode ser maior do que a edição presencial, as empresas já perceberam que ela é uma oportunidade de humanizar suas marcas e estabelecer maior envolvimento com clientes e seguidores. Isso implica seguir estratégias eficientes de marketing e comunicação e procedimentos técnicos possíveis.
A experiência que a transmissão ao vivo traz ao público compensa o investimento em plataformas inovadoras de conteúdos dinâmicos, mesmo quando há risco de a imagem e/ou o áudio não apresentam a qualidade desejada.

Vale atentar que todas as plataformas de livestream ditam políticas e diretrizes sobre o tipo de conteúdos que podem ser transmitidos. No geral, podem interromper qualquer transmissão ao vivo se houver uma violação das política e padrões de uso do serviço. E, ao contrário da TV tradicional, as transmissões ao vivo via internet podem ser longas e não precisam aderir a padrões técnicos.

Watch-it-or-miss-it

Mesmo que as plataformas salvem os conteúdos exibidos ao vivo para que sejam assistidos posteriormente, a dinâmica ao vivo tende ser do tipo watch-it-or-miss-it.

A experiência única de participar da transmissão ao vivo de algo que não poderá ser repetido gera infinitas possibilidades aos seguidores.

Como interagir com os seguidores

Como interagir com os seguidores

As pessoas adoram conteúdos dinâmicos! E quanto mais tempo dura a transmissão ao vivo, maior o engajamento. Portanto, é estratégico notificar o público-alvo sobre a data e
hora da transmissão do evento ao vivo. Isso vai desencadear senso de urgência e interesse. Embora os vídeos permaneçam na plataforma, o público tem grande interesse em experiências de interação com comentários, perguntas e respostas em tempo real.

Ao criar o canal do evento na página da plataforma escolhida, é essencial adicionar o seu logotipo e as informações de contato visíveis para que os seguidores possam interagir de
maneira simples, criativa e produtiva.

Configurações básicas

Embora a transmissão ao vivo não seja algo complicado de realizar, é importante atentar para algumas configurações básicas ao se criar o canal de algum evento. Pode parecer obvio, mas é importante garantir, por exemplo, a conexão de internet de qualidade. Quando se trata de transmissão ao vivo, a velocidade mínima de upload recomendada é de 2,2 Mbps para a exibição de vídeo em alta definição.

Dependendo da qualidade do fluxo planejado, pode-se usar um dispositivo como um smartphone, tablet ou laptop com câmera de qualidade e capacidade de armazenamento.
Mas se a ideia for exibir uma transmissão de melhor qualidade, como HD, é recomendável usar uma câmera independente, com hardware com cartão e placa de
captura de vídeo.

Como garantir qualidade

Uma boa estratégica é contar com os serviços especializados de alguma empresa de locação de equipamentos audiovisuais e de informática para realizar sua transmissão ao vivo. Esse tipo de parceria garante equipamentos modernos e up to date para gravar o
evento, como câmeras, microfones, iluminação, codificador, sistema de rede de internet e computadores.

Embora apresentem interfaces amigáveis, qualquer uma das plataformas, gratuitas ou pagas, demandam configurações que implicam variáveis, desde os tipos de equipamentos de informática até a capacidade de transmissão do servidor de internet.

A transmissão ao vivo requer uma largura de banda mínima para garantir a exibição sem interrupções e com a melhor qualidade possível. E não basta apenas garantir o fluxo da transmissão; é preciso também exibir imagem e som com o mínimo de qualidade técnica, para atrair e reter a audiência do evento.

Qual plataforma usar?

Facebook Live

O Facebook Live pode não ter sido a primeira plataforma de transmissão ao vivo de vídeo, no entanto, quando se trata dessa inovação, é definitivamente uma das melhores opções das redes sociais.
Além de uma base de quase dois bilhões de “amigos” potenciais, esta plataforma tem outras características positivas. Envia notificação para seguidores ou “amigos”. Dá
feedback do desempenho do público para análise em tempo real da estratégias de marketing, comunicação ou relações públicas. Armazena permanentemente os vídeos transmitidos ao vivo e os tornam disponíveis na linha do tempo da página do evento e o usuário podem ou não bloquear “amigos”. Mas para usar o serviço, é preciso criar uma página, pois não oferece para perfil. Como ponto fraco, permite acesso somente para “amigos” da página do evento, sem opção de transmissão para público em geral.

You Tube Live

Esta opção de transmissão ao vivo é a mais popular. Além de oferecer transmissão aberta, permite exibição ao vivo de vídeos longos e com resolução em alta qualidade, assim como armazenamento permanente posterior à exibição.

Mesmo sendo uma das mais usadas, essa plataforma pode ser um pouco complicada para usuários “comuns” que desejam configurar um canal e codificar seus vídeos.

Periscope

Esse aplicativo do Twitter é dedicado exclusivamente à transmissão ao vivo. É possível postar e assistir aos vídeos a partir de laptops, celulares ou tabletes. Oferece diversos recursos que permitem aos seguidores, por exemplo, procurar eventos por local, em tempo real, ou escolher opções selecionadas.

Ele também exibe comentários dos seguidores ao vivo, diretamente na tela dos dispositivos dos mesmos, promovendo interação e experiência únicas. Como pontos fracos, o Periscópio oferece interface que funciona melhor em dispositivos móveis e não oferece muitas opções de ferramentas para customizar a página do canal. Além disso, é possível salvar os vídeos exibidos na biblioteca da página, mas os seguidores não poderão assisti-los.

UStream

Esta plataforma também oferece transmissão de vídeo ao vivo para dispositivos móveis e laptops via internet. Por ser uma plataforma de serviço pago, atrai mais os profissionais e as corporações que demandam transmissão robusta e de alta qualidade, tanto para compartilhar vídeos com equipes internas ou transmitir grandes eventos para uma audiência mundial.

FaceTime

Se for apenas para compartilhar o evento com um seleto grupo de pessoas, esta é uma boa opção. Mas vale lembrar que o compartilhamento se dá apenas com usuários de dispositivos da Apple.

Skipe

Esta plataforma também é ideal para compartilhar eventos com um seleto grupo de pessoas. Ela permite ligar para uma pessoa e trocar vídeos gratuitamente, mas oferece pacotes pagos caso haja interesse em compartilhar os conteúdos com grupos de pessoas. Isso pode funcionar bem para um evento de empresa com público interno, por exemplo, ou eventos pessoais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s